Letícia Sarturi fala sobre vacinação em missa do Padre Júlio Lancellotti

A imunologista Letícia Sarturi, fundadora do Instituto Mario Schenberg e do movimento #Todospelasvacinas, discutiu a importância da vacinação durante uma missa do Padre Júlio Lancellotti. Sarturi enfatizou a necessidade de tomar a vacina bivalente contra a COVID-19 como uma medida vital na luta contra a pandemia. Ela também destacou a importância de vacinar adolescentes contra o vírus do papiloma humano (HPV), que pode causar câncer de colo do útero e outros problemas de saúde. Dados do Ministério da Saúde revelam que o HPV é uma infecção comum no Brasil, tornando a vacinação essencial para reduzir sua incidência. Sarturi ressaltou a importância da divulgação científica em diferentes espaços, incluindo eventos religiosos, para esclarecer dúvidas e promover a confiança nas vacinas.


Título:
Letícia Sarturi destaca a importância da vacinação em missa do Padre Júlio Lancellotti

São Paulo, 24 de setembro de 2023

A imunologista Letícia Sarturi, fundadora do Instituto Mario Schenberg e uma das líderes do movimento #Todospelasvacinas, proferiu palavras de esclarecimento e incentivo à vacinação durante uma missa realizada pelo Padre Júlio Lancellotti, na última sexta-feira. Em um momento de confluência entre ciência e fé, Sarturi destacou a importância de receber a vacina bivalente contra a COVID-19 e de proteger os adolescentes contra o vírus do papiloma humano (HPV).

Durante a missa, Letícia Sarturi abordou a relevância da vacinação como uma forma eficaz de prevenção contra doenças infecciosas, especialmente em meio à pandemia de COVID-19. Ela enfatizou que as vacinas são uma ferramenta vital na luta contra a propagação do vírus e na redução das hospitalizações e mortes.

Sarturi também aproveitou a oportunidade para chamar a atenção para a importância da vacinação contra o HPV em adolescentes. O HPV é um vírus que pode causar câncer de colo do útero, entre outros problemas de saúde. A imunização precoce é fundamental para prevenir futuras complicações e salvar vidas.

Dados do Ministério da Saúde revelam que o HPV é uma das infecções sexualmente transmissíveis mais comuns no Brasil, afetando milhões de pessoas. A vacinação contra o HPV é uma estratégia eficaz para reduzir a incidência dessas infecções e os riscos associados a elas. No entanto, ainda existe um desafio em conscientizar a população sobre a importância dessa vacinação, especialmente entre os adolescentes e seus pais.

A divulgação científica desempenha um papel crucial na promoção da saúde pública e na construção da confiança nas vacinas. É essencial que informações baseadas em evidências científicas estejam acessíveis em diferentes espaços, incluindo eventos religiosos, para alcançar uma ampla audiência e esclarecer dúvidas comuns.

A participação da imunologista em uma missa do Padre Júlio Lancellotti é um exemplo de como a ciência e a religião podem colaborar para o bem-estar da sociedade, ressaltando a importância da vacinação como uma prática essencial na busca por um mundo mais saudável e seguro.

Veja a fala aqui

Compartilhe

Mais conteúdos

Representação discente da Congregação do instituto de Geociências da UNICAMP homenageia docentes que lutaram contra a ditadura militar

Leda Gitahy, membro do Instituto Mario Schenberg, foi uma das docentes homenageadas durante a 264ª reunião da Congregação do IG, marcando o 60º aniversário do golpe militar de 1964. A homenagem reconheceu o compromisso dos professores na luta contra a ditadura militar e na fundação e consolidação do Instituto. Durante o evento, Gitahy destacou a origem subversiva do Instituto e a importância de manter um ambiente diverso e democrático, refletindo sobre a influência do exilado político Amilcar Oscar Herrera na criação do Instituto e a participação de docentes como Sandra Brizolla na resistência ao regime militar. A celebração enfatizou a continuidade do legado de resistência e a defesa dos direitos humanos.

Instituto Mario Schenberg marca presença na Campus Party Brasília 2024 com foco em inovação e tecnologia

O Instituto Mario Schenberg participará da Campus Party Brasília 2024, destacando-se na programação com a presença da fundadora Flávia Ferrari. Este evento, que acontece de 27 a 31 de março no Estádio Mané Garrincha, celebra o 50º aniversário do Planetário de Brasília e inclui uma vasta gama de atividades, como a Olimpíada Nacional de Ciências e Tecnologia Nuclear, simuladores de pilotagem, workshops de robótica, e palestras sobre astronomia e exploração espacial. A participação do Instituto visa promover a importância da ciência e tecnologia na educação e sociedade, oferecendo uma plataforma para discussão sobre inovação tecnológica e o futuro da educação científica.

Deputado Dorinaldo Malafaia, Presidente de Frente Parlamentar em Defesa da Vacina, protocola investigação por crime contra a saúde pública

O Instituto Mario Schenberg divulgou um documento da Frente Parlamentar em Defesa da Vacina que solicita à Justiça a investigação do governador de Minas Gerais, Romeu Zema, e dos políticos Nikolas Ferreira e Cleitinho Azevedo por possíveis crimes contra a saúde pública e as crianças. A razão para tal pedido é a divulgação de um vídeo em que os mencionados defendem a presença de alunos não vacinados nas escolas, atitude considerada contrária às diretrizes de saúde que promovem a vacinação. Além disso, critica-se a estratégia de políticos de direita de focar debates em vacinas para ganhos eleitorais municipais, desviando a atenção de problemas mais amplos das cidades. O Instituto reforça a importância da vacinação como medida coletiva de proteção à saúde e como um dos fundamentos de seu compromisso e do movimento Todos Pelas Vacinas, destacando esforços contínuos em monitorar debates e promover campanhas de conscientização sobre a vacinação.

Send Us A Message

Pular para o conteúdo