relatórios

Centro de Pesquisas em Ciência de Dados

Centro de Pesquisas em Ciência de Dados

Projeto dos membros do Instituto Mario Schenberg para compartilhamento de dados e conhecimento sobre o tema!

Relatório semanal #17

Período AVALIADO

Posts: 58.781

Usuários: 39.241

Retweets: 127.528

Resumo:

  1. Apontamento principal: A atuação do Ministério da Saúde foi debatida, no X (ex-Twitter), foi marcado por críticas à atuação da Ministra nos temas ‘vacina’, ‘dengue’, e também ‘covid’. Há predomínio da sensação que a dengue está fora de controle, e que o governo não está tomando as medidas necessárias. Sobre a dengue, o principal grupo de debate expressa receio e medo devido ao quadro nacional.
  2. O termo ‘vacina’ foi o termo menos relevante da coleta (25,48% do total coletado);
    1. o debate sobre vacinas apresentou crescimento até quarta-feira, apresentando tendência de queda no volume de menção hora nos dias seguintes;
    2. Sobre a vacina, os principais termos associados foram ‘dengue’, ‘covid’, ‘contra’, ‘tomar’, e ‘nísia_trindade’, indicando que o debate da vacina está associado à atuação do governo sobre essas duas doenças;
    3. O debate sobre as vacinas foi debatido em pequenas comunidades. Ao menos quase 30% dos usuários interagiram mais de uma vez sobre o tema;
    4. Não há indícios significativos de postagem automatizada, indicando atuação orgânica de usuários do twitter;
    5. O debate sobre a vacina pode ser dividido em dois grandes grupos, e um terceiro subgrupo. O maior grupo foi o dedicado a debater as ações do governo e da Ministra da Saúde; o segundo grupo, um pouco menor, debateu a importância de tomar vacinas; e um terceiro subgrupo debateu um dos outros temas, mas focando na questão das crianças;
      1. O debate foi marcado pela crítica ao governo, com forte presença das palavras “cadê”; “comprar”; e “genocida”;
  3. O debate sobre “covid” foi apenas levemente mais relevante do que o sobre ‘vacina’ (28,70% do total coletado);
    1. Houve tendência de queda no volume de menção sobre covid. Dia 11/03 completou quatro anos da declaração de pandemia de COVID pela OMS, o que explica o pico seguido da queda;
    2. Sobre Covid, os principais temas relacionados foram “dengue”, “vacina”, “pandemia”, “contra”, indicando que o debate se deu em função ao aniversário da declaração da OMS, e em função da atual crise sanitária da dengue;
    3. O debate sobre Covid foi marcado por diversas micro relações únicas, com baixa participação de pequenas ou médias comunidades. Apenas menos de 12% dos usuários chegaram a interagir mais de uma vez com outros usuários ao debater a covid, indicando padrão bastante reativo e unilateral dos usuários;
    4. Há indício de postagens automatizadas, com possível atuação de robôs
    5. O debate pode ser dividido em três grandes grupos: um maior, que debateu o Covid como parte do debate sobre o ministério da saúde e a atuação da atual ministra; um grupo intermediário, que relembrou da trajetória do Brasil durante a pandemia e a atuação negativa de Bolsonaro; e um terceiro grupo que relembrou da pandemia, mas sem focar na atuação do governo;
  4. O debate sobre “dengue” foi o mais significativo dentro dos termos monitorados (53,51% do material coletado);
    1. Houve tendência de queda no número de menções, mas mantendo o patamar entre 200 e 300 menções hora em momentos de pico (tendência de queda dentro do mesmo patamar de relevância)
    2. Os termos mais associados à dengue foram: “covid”, “vacina”, “tô”, “mosquito”, e “nisia_trindade”
    3. O debate sobre dengue foi marcado por relações unilaterais entre os usuários, com pouca presença de comunidades de debate. Apenas menos de 8,5% dos usuários interagiram mais uma vez com algum outro usuário ao debater sobre dengue;
    4. Há forte indício de postagens automatizadas, com possível uso de robôs;
    5. O debate sobre dengue pode ser dividido nos seguintes grupos: um mais amplo, que debate sobre o receio de estar com dengue e sobre os sintomas; um segundo, intermediário, que focou na discussão sobre o volume de casos e espalhamento da dengue no Brasil; e um terceiro, menor, que debateu a atuação do ministério e da ministra sobre a dengue.
Relatórios para conhecer em profundidade o debate público, identificar os temas e argumentos do debate, bem como saber quem são os principais influenciadores e personagens do debate vacinal.

Compartilhe

MAIS EM CPCD

Pular para o conteúdo